Sexta-feira, 11 de Maio de 2007

sala vazia

Eu venho te ver todo dia
e só encontro essa porta fria

E o engano do tamanho do
seu silêncio

Ou o silêncio do tamanho
do seu desencanto.

(É mas só vem às tardes!
às quatro horas!)

Vim aqui correndo te ver
como sempre faço e só
encontrei meu
cansaço.

Aqui justo aqui onde
transbordas .

Não consigo mais te
alcançar

Eu venho te ver nessa
ilha vazia
e quem me recebe é essa
luz que te denuncia.

Você está em cada
tijolo.
Na lembrança do bolo.

Grito alto o seu nome
mas só o eco me
responde.

A fome agora sem nome.

Sala vazia

A casa que guardas
só borda o abandono

uma folha atravessa a queda
mas não corta o nada

Calados ouvidos me
espirram no quarto.

Lá só o vazio eu abraço.

Mania feroz em torno do
algoz.

Fúria cativa inunda minha
cor.

Ai eu ainda não sei te
desafogar mas hei
de te respirar!.

E te suportar
até o amanhecer.

Calada reservo
e te aqueço no aço.

Sôfrega abandono o
breve desencanto.

Amanhã te retorno
pro lar eu espero.

É , quem diria , eu
já velha senhora
ainda te choro.

Mas é porque eu
venho te ver todo
dia e só encontro
essa porta vazia.

(e esse silêncio em
forma de aço).



 
sinto-me: FELIZ
publicado por reginapombo às 02:45
link do post | comentar | favorito
|

.arquivos

.últ. comentários

Olá , sou leitora do blog..e neste momento estou a...
lindo.
que só o que pertence a você merece a sua busca.
boa viagem.
Legal!!!
goxtei do teu post.... ta profundo(desc a invasao)...
Eu também!
eu te amo
suas palavras são leves leques, brinquedos engenho...
Passei só para te deixar uma beijoca :)

.Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. ai

. http://www.shoppingpaulis...

. Roupa, me transforme em d...

. Peles falsas

. Para a minha mãe

. http://www.shoppingpaulis...

. http://www.shoppingpaulis...

. Minha mãe

. Contador

. Delírios

.tags

. todas as tags

.favorito

. PARA O FLOR

blogs SAPO

.subscrever feeds